Projetos de infraestrutura no Brasil

Projetos de infraestrutura no Brasil

Projetos de infraestrutura são fundamentais para as cidades, estados e indivíduos, gerando incontáveis benefícios para a sociedade. A importância de se construir e manter obras de infraestrutura vão desde o impacto social, como a implantação de sistemas de tratamento de água e esgoto, cruciais para o saúde da população, até o crescimento econômico de um país. Saneamento, transporte, energia e telecomunicação são alguns dos pilares que geram deslocamento de pessoas, mercadorias e processos produtivos, estimulando assim o desenvolvimento socioeconômico.

Por outro lado, existem alguns problemas bem comuns entre esses projetos: os erros em termos de orçamento ou de prazo – em alguns casos, dos dois. Pesquisas apontam que 9 de cada 10 obras de infraestrutura ultrapassam o valor orçado inicialmente. Atrasos também são um problema, seja por modificações no escopo durante a execução, solicitações do cliente, ou por situação não prevista em fase de projetos.

Mas então, como fazer com que as partes envolvidas tenham maior eficiência no desenvolvimentos desses projetos, minimizando os erros de prazo e custos já previstos na fase inicial? Para descobrirmos a resposta, é preciso entender quais são os principais motivos que levam projetos ao fracasso no Brasil e como mudar essa cultura.

POR QUE AS OBRAS FRACASSAM

Há três grandes razões para o insucesso em grandes obras:

1. Falta de planejamento – Como os custos envolvidos em um empreendimento de grande porte são altos, qualquer corte de gastos é (erroneamente) bem-vindo. Assim, muitas instituições preferem começar rapidamente a construção ao invés de investir na implantação do projeto. Dessa forma, o planejamento inicial, com desenho e engenharia, é “pulado” para economizar tempo e dinheiro.

2. Execução de má qualidade – Sem que os projetos recebam uma análise minuciosa de sua implantação, os problemas começarão a aparecer na construção: plantas incompletas, falta de escopo claro, atalhos que não poderiam existir e até mesmo erros matemáticos fazem com que a qualidade do empreendimento seja drasticamente diminuída.

3. Corrida contra o tempo – Com possíveis alterações de desenho por falta de planejamento e aumento de custo devido à alteração de escopo, a qualidade da construção é prejudicada. É presumível que o próximo problema será o tempo de entrega. Acréscimo nos prazos, e consequentemente nos gastos, assombram grandes projetos.

COMO EVITAR ERROS E OBTER SUCESSO

Afinal, como evitar erros e entregar os resultados prometidos nos projetos de infraestrutura?

  1. Não subestime o planejamento inicial – Parece que meio repetitivo, né? Isso porque é o erro mais comum, porém o mais simples de ser resolvido. Pesquisas apontam que investir entre 3% a 5% do capital do projeto na fase inicial de engenharia aumenta a chance de entrega no prazo e ainda pode reduzir seus custos totais em cerca de 15%!
  2. Realize análise de risco e engenharia antes de iniciar a construção – A análise minuciosa do projeto pelo engenheiro responsável, antes de ser iniciado, pode reduzir até 20% dos custos e prazos de execução das obras. Isso porque o planejamento antecipa possíveis desafios que precisarão de solução no decorrer da construção, permitindo sua resolução e evitando perda de tempo e dinheiro.

Muitas empresas e investidores são relutantes em colocar o dinheiro na etapa do planejamento, mas é comprovado que os esforços de preparação e planejamento são amplamente compensados. Gradativamente, as empresas também tem implantado a metodologia BIM para melhor compatibilidade de projetos. No conjunto, os ganhos de eficiência nos processos de aprovação, engenharia, compras e construção podem gerar uma economia de até 25% em novos projetos, evitando retrabalho e sem comprometer a qualidade dos resultados.

Tem alguma dúvida? Deixe um comentário pra gente e nos siga nas nossas redes sociais!

LINKEDIN: https://www.linkedin.com/company/kingline/

INSTAGRAM: instagram.com/kinglineme/

#infraestrutura #obrasdeinfraestrutura #planejamentoinicial #planejamento #gerenciamentodeprojeto #civilengineering #engenhariacivil #projectmanagement

REFERÊNCIAS: https://www.mckinsey.com.br/business-functions/operations/our-insights/megaprojects-the-good-the-bad-and-the-betterhttps://sternspeakers.com/news/megaprojects-fail-matters/https://www.pbctoday.co.uk/news/planning-construction-news/why-megaprojects-fail/69006/

Post a comment

Categorias